Navegação – Mapa do site

Processo de seleção

A revista assenta num sistema regular de chamada de artigos (call for papers), através do qual são enviadas propostas aos editores. Os artigos submetidos neste contexto passam por um rigoroso processo de seleção, tendo por base a avaliação por pares de caráter independente (cf. Comité Científico) e de acordo com os seguintes procedimentos:

  • A revista verifica se os artigos submetidos são originais. Os artigos são ainda analisados para deteção de plágio através de softwares automáticos e da verificação manual na internet. O plágio nas suas diferentes formas é inaceitável.

  • Os editores fazem uma seleção preliminar, analisando a relevância do tema e a sua adequação às normas de publicação definidas. No caso dos dossiers temáticos, cabe ao coordenador do dossier fazer a seleção das propostas recebidas.

  • Os artigos são encaminhados de forma anónima para dois especialistas do comité científico em função dos temas dos artigos, que num prazo máximo de dois meses fazem a apreciação crítica dos textos (parecer com base numa grelha de análise) e decidem sobre a aceitação ou rejeição dos mesmos. Em caso de impasse é solicitado aos editores um terceiro parecer.

  • Os pareceres dos referees são enviados aos autores para que se façam as modificações indicadas, ou informam-se os autores em caso de rejeição dos artigos.

  • Após as alterações aos artigos pelos autores, os textos retornam aos referees para aprovação.

  • Uma última revisão aos textos é realizada pela revista para uma análise mais fina (ex. gralhas gramaticais e ortográficas, e outros aspetos formais: regras de citação e bibliografia, etc.) de modo a manter a qualidade da apresentação dos textos.

  • A decisão sobre a publicação dos textos é comunicada aos autores num prazo máximo de seis meses.

A seleção das propostas de textos para a secção “Notações” e “Recensões Críticas” é da responsabilidade dos editores.

A revista não aceita pagamentos para submissão, processamento ou publicação de artigos. E a colaboração de referees no processo de arbitragem científica funciona em regime “pro bono”.

  • Logo CHAIA
  • Logo Instituto de História da Arte
  • Logo Cidehus
  • Logo Universidade de Porto
  • Logo CITCEM
  • Logo Museu da Ciência
  • Logo Faculdade de Ciências Sociais e Humanas - UNL
  • Logo FCT
  • Les cahiers de Revues.org